A maternidade com suas dores e delícias
imprimir
11 Fevereiro 2015

Intolerância a Lactose- Como ajudar as crianças a lidarem com a frustração de não poderem comer o que querem

Postado por: Rafa Manfroi

Fui convidada pra apoiar um novo projeto em Cascavel PR onde eu moro: Um programa chamado Instinto Materno, com temas bem amplos, mas todos voltados ao universo materno infantil. 

Amei a iniciativa e a estréia foi sobre Intolerância a Lactose. Tivemos uma nutricionista, um médico pediatra e euzinha aqui, psicóloga, abordando as dificuldades que a criança vive tendo que dizer não a tantos alimentos presentes no seu dia a dia e que são proibidos, levando em consideração suas conseuqências. 


lactose-2

A mãe do intolerante vive um grandes desafios, desde que descobre o diagnóstico: fazer uma dieta equilibrada e criativa, procurar receitinhas gostosas e ao mesmo tempo seguras, ir à escola do seu filho, conversar sobre as mudanças alimentares dele e garantir o apoio da equipe escolar, sem falar na concientização da criança que apesar de entender que não pode, como toda boa crinça, ela quer, ela sente vontade e muitas vezes acaba deixando de lado suas restrições e avançando o sinal vermelho. 

crianca-suja-brigadeiro

Quando isso acontece, a criança experiementa os tristes sintomas de quem é intolerante a lactose ou tem alergia ao leite da vaca: dores na barriga, vômito, diarréia, náuseas e até mesmo sintomas mais sérios, como vocês podem ver no vídeo. 

A minha Bibi apresentou intolerância até os 8 mêses de vida e posso afirmar que mesmo tendo vivido rapidamente essa realidade, ela é angustiante e estressante quando chega de surpresa!! 

O mais importante, é que os pais não tenham pena da criança, não sofram com essa situação, mas lidem de forma natural e "leve", pois sabemos que as crianças costumam absorver o que sentimos e podem facilmente se tornar vítimas, o que não será nada saudável pra vidinha delas. 

Cliquem no link e confiram a reportagem!!

http://www.programainstintomaterno.com.br/aplv-e-intolerancia-a-lactose/

E no mais, força pra esses pais e pra essas crianças!! Dá pra ser feliz apesar das restriçoes!! 

Beijos a todos!

Rafa.

 

Gostei

Deixe um comentário:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

topo