A maternidade com suas dores e delícias
imprimir
14 julho 2015

#DesafioDaRafa Dia 2- O dia que começou bem e terminou em recaída

Postado por: Rafa Manfroi

Meu nome é Rafaella, sou dependente de chocolate, tenho preferência pelo ao leite e hoje recaí.
Oi Galerinha!! Hoje fui pra academia cedo. Tô focando no aeróbico pra agilizar esse metabolismo e perder peso, mas preciso ir de leve por causa dos peitones, então fiz 30 minutos de esteira, depois coloquei caneleiras e subi e desci em um banco com 3 repetiçoes de 20. Quase me joguei no chão nessa hora e mandei vir um milk shake da cantina do clube. Eita troço que doeu!! kkkkk!!! Quando eu vi que tinha acabado me deu uma sensação incrível de vitória e eu tô louca pra sentir isso amanha de novo.

Vejam se conseguem clicar no link a baixo, porque a loira aqui tem um sério problema com tecnologia!!! É o vídeo do meu circuito!!

IMG_5682

A tarde fui num curso de culinária com a minha Bibi e as amiguinhas dela e elas fizeram uma sobremesa (que eu preferi nem olhar muito) e nhoque colorido: batata doce com legumes variados. Quando eu soube que era saudável assim e que já batia as 18h resolvi comer. Foi servido com molho de carne moída, delicioso!!! Comi pouco, mas foi minha janta!!À noite, na casa da sogra, dei de cara com aquele bolo que contei ontem pra vocês, recheado e coberto de brigadeiro, que eu mesma fiz. Foi uma coisa tão doida, que quando vi ja tinha passado o dedo num super brigadeiro que tava dando sopa na travessa. Foi como a adolescente beijar o amigo da melhor amiga, que você é apaixonada mas sabe que não pode. Na hora que senti o gosto de chocolate me bateu uma compulsão gigante!! Eu senti vontade de me esconder atrás da porta e comer todo aquele ultimo pedaço sem ninguém ver ( como se escondido não engordasse e não me fizesse sentir culpada depois) e me lambuzar. Mas graças a Deus eu sai correndo (literalmente) dali.

Isso me fez lembrar de quando eu estagiei com dependentes químicos. Nossa orientação era que eles fugissem de situações de perigo: Passar em frente ao bar ou na "boca" de droga, andar com amigos usuários, frequentar lugares propícios, enfim, situações onde a recaída é só uma questão de tempo, sabe?
Nessas horas de total fragilidade, a gente não tem que querer ser forte, tem que fugir mesmo, evitar!! Mas o mais importante, depois de uma recaída, é a gente saber levantar e recomeçar de onde paramos. Decidir não retroceder mais, não enfiar o pé na jaca, não "beber até cair". Tomou um gole, um copo, ok, não tem volta, mas lembre-se que tudo pode piorar, então pare nesse exato momento e recomece. Eu fui pra sala brincar de massinha com a Carolina e "esquecer", desfocar daquele gosto incrível porém totalmente prejudicial pra mim nesse momento. Claro que eu não vou passar a vida sem chocolate, até acredito que nem exista graça viver sem esse sabor, mas faz parte de um processo e vai valer a pena!!

Pisou na bola? Recaiu? Levanta e continua porque se você ficar, saiba que pode piorar!!!!
Beijos doces pra vocês!!!
Rafa.

Gostei

Deixe um comentário:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

topo