A maternidade com suas dores e delícias
imprimir
03 dezembro 2015

Criança faz dieta?

Postado por: Rafa Manfroi

Atualmente o índice de crianças acima do peso está altíssimo e tornando-se realmente um problema de saúde pública. Cada vez mais encontramos crianças bem pequenas, menores de 5 anos, já com o peso muito além do recomendado. Adolescentes com perfis alterados de colesterol e triglicerídeos e até mesmo hipertensão arterial.

Para adultos, a conduta mais comum é dieta, cardápios saudáveis, reeducação alimentar baseada em uma rotina alimentar super-regrada. E aqui entramos no conceito de DIETA, muito usado e conhecido por todos.

Mas o meu questionamento para vocês é: crianças devem fazer dieta?

criança faz dieta

Eu já tive a experiência com várias crianças que consultaram profissionais da nutrição e tiveram experiências trágicas com a dieta. Receberam uma dieta (de um dia apenas), com a definição de alimentos que não faziam parte do seu hábito familiar de comprar e consumir, muitas vezes, alimentos que nunca tinham sido experimentados pela criança. E pior: em quantidades muito reduzidas perto do consumo atual. Desse jeito, torna-se muito difícil, ou até impossível, até para adultos, imaginem para crianças!

Para uma criança realmente perder peso, precisamos adotar estratégias mais cautelosas e adaptadas à cultura familiar, a rotina de alimentação da casa, os alimentos aceitos e rejeitados, entre outros quesitos!

Em primeiro lugar é necessário identificar os hábitos errados, prejudiciais, que estão comprometendo o consumo de calorias. Essa etapa pode ser feita até mesmo em família. Aposto que em conjunto, pais e filhos, conseguirão elencar pelos menos 3 hábitos que podem ser mudados. E que tal começar só com esse desafio?

Essa é a proposta que eu costumo oferecer, mudar hábitos um a um. Por que para mudar tudo de uma vez, e geralmente a criança acima do peso acumula muitos erros alimentares.

Outro detalhe importante é ter consciência que a perda de peso infantil é lenta e pequena, sendo que o ganho de altura e idade é o que mais interfere na melhora do quadro nutricional. Portanto, exigir número de quilos, prazos apertados para chegar no peso ideal não funciona!

A segunda estratégia que aconselho e recomendo é envolver a criança no processo. E isso pode ser um simples painel com as regras, com a colagem de estrelas ou adesivos a cada meta cumprida, que pais e mães podem fazer e juntos ajudar a cada dia.

E não podemos deixar de falar da importância do apoio, e muito além, do envolvimento, dedicação, afeto familiar. Se a família não muda, não ajuda, não compra outros alimentos, não escolhe outros restaurantes, a criança sozinha não atingirá seus objetivos.

Resumindo: Dieta não! Metas e trabalho conjunto sim! E não esqueçam: a ajuda de um nutricionista especializado no atendimento infantil faz toda a diferença!

Beijos nutritivos!

Nutri Ellen. 

Nutricionista Ellen Beatriz Pietruszynski

Formada na Universidade Federal de Santa Catarina e com 8 anos de experiência em nutrição infantil, alimentação escolar, culinária infantil e alimentação para bebês.

Gostei

Deixe um comentário:

Comentários

  1. Rafa Manfroi disse:

    É isso ai!!! Mais frutas e vegetais!!!

  2. Server disse:

    Como se nao bastasse serem nutritivos, frutas e vegetais tem poucas calorias. Logo, elas nao podem faltar no cardapio da dieta para crianca que precisa perder peso. Para atrair os pequenos a consumir esse alimentos, alem de acrescentar molhos e chama-los para ajudar na preparacao, voce pode criar desenhos com as suas formas no prato de seus filhos, o que tornara a refeicao mais divertida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

topo